Astrologia

Eclipse Solar Parcial em Câncer

Neste eclipse do dia 12 de Julho, somos levados a olhar para dentro e enxergar aquilo que negamos ou que não queremos mais para as nossas vidas.

Somos obrigados a olhar para o passado e vivenciá-lo novamente, seja na forma de uma conversa que tráz à tona eventos passados, seja através de alguma situação ou em um relacionamento. A questão é, quando este passado, estas questões que nos incomodam, vêm à tona neste momento, temos a oportunidade de encerrá-las definitivamente.

Este é o portal do aprendizado, do resgate kármico que tráz os conteúdos mal-resolvidos do nosso passado para finalmente podermos solucionar de forma coerente, permitindo-nos encerrar esse ciclo de aprendizados, esse pacote de lições, e irmos para um novo estágio, um novo ciclo, um recomeço.

Mas, de que forma, coerentemente, podemos resolver questões tão profundas?

Possuindo uma base sólida de autoestima e amor próprio. Precisamos saber o que nos vale verdadeiramente. Ter fortes e alicerçadas estruturas, ter propósito, uma razão de viver. Isto é o que nos garantirá passar pelas turbulências que o eclipse do dia 12 de Julho trará e assim, ter a oportunidade de renascer como um embrião de uma nova realidade, lá pelo dia 11 de Agosto, no eclipse solar parcial de Leão.

Portanto, agora é a hora de enxergar os nossos vícios, enxergar como desperdiçamos energia com irritações e inconformismos desnecessários, e de que forma eles se manifestam nos mínimos detalhes da nossa vida cotidiana, para que possamos escolher encerrá-los, de uma vez por todas.

Agora é a hora de empregarmos a nossa energia para encontrar respostas que nos direcione a saber os porquês de estarmos aqui, pelo que viemos lutar e o que nos importa verdadeiramente.

As irritações com a mãe, tia, avó, namorada, chefe, etc, são armadilhas para desperdiçar o nosso fogo, a nossa energia de transformação, fazendo com que fiquemos desprovidos de energia para fazer o mergulho nas nossas profundezas e enxergar nossos vícios de frente, sem melindres.

As armadilhas que nos impedem de mergulhar são os apegos aos vícios (não querer largar um determinado vício por ter apego ao que se ganha com ele), dificuldade de olhar para dentro (ficar buscando fugas, momentos de êxtase quando o foco é introspectar e vivenciar o lodo interior), sentimento de culpa, medos diversos e o desfocar, o desperdício do fogo.

Portanto, preste atenção nos seus atos, preste atenção nas suas falas e em como você usa a sua energia. Todo este momentum que precede e procede do eclipse são fundamentais e estão carregados de testes. Fique atento, observe seus comportamentos, fortaleça os seus pilares, aquilo que realmente é importante para você, que faz o seu olho brilhar, e mantenha o foco. É assim que podemos matar nossos vícios, morremos e entramos no útero da Grande Deusa para que, um dia, cheguemos ao colo do Deus Pai Sol e, assim, galgamos o mérito de renascer como um embrião do fluxo da vida.

Um profundo e transformador eclipse de Câncer a cada um.

Que  a Grande Deusa e o Grande Deus Pai Sol abençoem e iluminem o caminhar de cada filho.

Nosso humilde A.Namastê.

 

Leave a Reply

Entre em contato :)