Magia Natural

Magia na Prática

Magia do Algodão

Magia é o um ato de intencionar as energias cósmicas e moldar essa manifestação para que ocorra uma mudança em nosso meio. Hoje, venho até você com uma dica simples mas que pode ajudar muito no seu dia a dia: A magia do algodão.

Nos tempos antigos, meus ancestrais usavam a paina da árvore Paineira para executar este ato mágico, e você ainda pode fazer isso, basta procurar um pouquinho no meio da natureza e terá a sorte de encontrar uma Linda Paineira, soltando suas bolas brancas de “algodão”, carregadas de semente, para germinarem a vida. É a partir desse ato natural que nasce a nossa magia.

As paineiras envolvem suas sementes (seus votos de continuação) em uma paina branca e leve, com a função de fazer com que essas sementes sejam mais facilmente carregadas pelo vento para encontrar uma terra fértil onde possam se aconchegar e dali germinar uma nova árvore.

Por isso usamos em nossa magia painas ou algodão para envolver nosso pedido, e o depositamos dentro de um caldeirão (útero da grande Mãe Terra, geradora de vida). Depois, banhamos esse algodão com a Medicina do Álcool (mistura de álcool e ervas especiais) e então ateamos fogo, que é o grande elemento transmutador que fará nossa semente dormente despertar e ser ativa na Matriz Universal, agindo diretamente em nosso ser e em nossa vida.

As maiores magias são simples e fundamentadas na estrutura da grande mãe. Não existe complexidade e, mesmo quando uma magia parece complexa é porque você ainda não entendeu seu fundamento de raiz. Fazer magia é redirecionar a energia cósmica com sua intenção. Portanto, não adianta pegar os ingredientes abaixo senão tiver a intenção de ser como a Paineira que solta suas sementes na certeza absoluta que a vida continua a evoluir e que por natureza ela encontrará solo fértil para germinar.

Entendeu a base dessa magia? Então vamos fazer!

Você vai precisar de:

• 01 caldeirão (não importa o tamanho)

• 01 bola de algodão ou painas da Árvore Paineira

• 01 pedaço de papel branco

• 01 caneta preta

• Álcool de ervas ( medicina do álcool )

• Fosforo para atear fogo

• Foco, paciência e entrega também serão necessários.

Com tudo isso em mãos, é só seguir o vídeo e fazer suas orações, entregando suas necessidades à grande mãe.

Ahhh…não abra o algodão, assim que ele queimar e esfriar, você pode enterrar ou simplesmente jogar no lixo, mas NUNCA abra o algodão, porque a Paineira Mãe não sabe onde as sementes foram depositadas, isso não é problema dela, agora está nas mãos do universo.

Medicina do Álcool

O Álcool tem uma função de catalizador. Ele retirar os substratos das ervas e conserva sua potência permitindo que seja possível usar, como gosto de chamar, “erva liquida”. Existe uma fórmula muito simples que você pode deixar pronta e usar em suas magias e feitiços, sempre que quiser carrear uma energia, ou seja, sempre que você precisar fazer uma magia que tenha um pedido ou uma intenção, use um pouco desse álcool, seja para uma breve queima antes de iniciar o rito com a intenção de levar suas intenções aos cosmos ou para conduzir o pedido mesmo, como na Magia do algodão.

Vamos aprender a fazer?

Você vai precisar de :

• Álcool de cereiais ou álcool de 70º

• Arruda – erva fresca

• Guiné – erva fresca

• Comigo ninguém pode – erva fresca

• Gosto muito de colocar uma canfora sintética – 01 tablete

Você pode ainda colocar grãos de café torrado ou in natura (vermelhos)

Escolha um número, se vai trabalhar com 7 serão 7 galhos de tudo, se preferir o numero 5 então 5 unidades de tudo. O Numero escolhido para colocar nessa medicina fala muito de você, da sua frequência e da sua linha de atuação, portanto é importante que você faça sua escolha. Existem varias formas de medicinas do Álcool, essa é uma receita padrão que já vai te ajudar muito.

Deixe isso descansar de 7 a 15 dias no escuro ou envolva a garrafa com um papel alumínio para proteger da luz. Você pode acelerar o processo se macerar todas as ervas num pilão antes de colocar no álcool, mas só use esta opção se for muito importante ter esse álcool em 2 dias. Caso contrario planeje a magia e respeite o tempo de feitio dos ingredientes.

Use a vontade e quando acabar o álcool, devolva as ervas à natureza ou as coloque  para secar até todo álcool evaporar e estas também secarem. Após isso você pode usar essas ervas para defumar seu espaço sagrado, como ato de gratidão por tudo que a mãe natureza sempre lhe oferece.

Gostou? Então compartilhe o link para que mais pessoas possam aprender a fazer #magianaprática e transformar a sua própria realidade.

Abençoados sejamos!

Mel Lanzoni

Leave a Reply